Você tem um Dom?

Em tempo de exceção surgem as grandes ideias. Assim tem sido ao longo da história.

O Dom

Em tempo de exceção surgem as grandes ideias. Assim tem sido ao longo da história.

O momento é de aflição. Dúvida. Espera. É tempo de cuidarmos de quem prezamos. E cuidarmos de nós mesmos.

E na incessante busca de positividade das coisas, vemos no isolamento oportunidade para auto-conhecimento. Buscar se conhecer. Parar por um momento. Resgatar o que há melhor dentro de si. E colocá-los em prática.

Estamos em radical transição. Viveremos época pós-pandemia, renovados. Naturalmente deixaremos para trás velhos hábitos. O mundo e as relações se modernizarão.

Será tempo de inovar. Minimizar tempo perdido. Se cercar de vida inteligente e menos chateações com inutilidades.

E é dentro dessa proposta que a Fiz Digital abraça com firmeza e entusiasmo o nascimento de uma ideia, a criação do logotipo é o começo da identidade visual desta ideia que irá impactar o mundo digital.

Você tem um dom. Sabemos que sim. E esperamos em breve conhecê-lo e torná-lo conhecido.

Venha com a gente. Deixe a ideia fluir. Permita-se.

ideia

Qual é seu Dom?

Somos jovens. Cheio de ideias. E observadores.

Acreditamos que de todo acontecimento tiramos uma lição. E de tudo, podemos buscar enxergar um lado negativo e outro positivo. Otimistas que somos percebemos que junto à pandemia agregaram-se outros valores na vida das pessoas, não esquecidos, mas postergados para sabe-se lá quando, talvez nunca. Valores que devem vir à tona e serem compartilhados.

O estado de exceção fez as pessoas aquietarem-se em suas casas. Parar um pouco para respira, pensar, repensar. Principalmente nos melhores valores da vida. E a conclusão não pode ser outra senão nos tocarmos que estamos todos, desconhecidos mundo afora, ligados por meio de conexão em solidariedade.

Por tudo isso e tudo mais é que propomos o nascimento de uma nova rede social. Com mais foco. Mais entretenimento. Mais solidariedade. Mais conhecimento a se transmitir e adquirir. Mais encantamento. E menos chateação. Menos tempo perdido.

Temos para nós, por experiência de vida, que as pessoas possuem gostos inexplicavelmente muito bem definidos. E todos temos um DOM!

Dom nada mais é do que habilidade inata para fazer algo. Aptidão. Talento.

Muitas pessoas, agraciadas, utilizam o dom para o exercício da profissão. Outras possuem dons adormecidos, escondidos, não trabalhados, que simplesmente não as põe em prática, não por falta de oportunidade, mas por falta de incentivo.

Essas habilidades e gostos que as pessoas possuem, dentro do íntimo de cada um, se trata de encantamento. A atenção de uma pessoa é voltada para aquilo que ela gosta. Nunca é demais para alguém fazer o que realmente aprecia. Conversar, debater, pesquisar, conhecer outras pessoas que possuam o mesmo gosto, em suma, interagir sobre algo que lhe convém e lhe interessa. Seja no campo profissional, seja por hobby.

Não negamos que as redes sociais se trata de meio fantástico de relacionamento, aproximando pessoas, utilizada também como entretenimento ou como impulso profissional, com estratégia de marketing, venda e outros. Mas temos para nós que elas se tornaram algo muito cansativo, chato, palco de piadinhas infames e debates políticos intermináveis que só levam ao ódio e a discórdia, fora as propagandas agressivas que magicamente adivinham o seu perfil de consumidor.

E é justamente nessa esteira de ideia, acuados e apavorados em nossas casas que nasce uma rede inovadora e que tem no cerne o objetivo de unir pessoas interessadas sobre um mesmo assunto e que não estão por lá interessadas em somar ‘likes’ ou mostrar uma vida que não detém.

Não. Propomos conectar pessoas do Brasil e do mundo que tenham interesses em comum e delimitem o campo de acesso aos seguidores do mesmo ramo de atividade. Seguir e ser seguido por meio de página individual por pessoas focadas em mesmo assunto. Em suma, reunir pessoas em verdadeira comunidade virtual, por meio de miniblogs, individuais, para troca de experiências e pautadas sobre mesmo assunto de interesse e de domínio pessoal.

O objetivo maior da DOM é fazer nascer, despertar, desenvolver, incentivar pessoas a praticarem o seu dom e torná-lo público, em prol de uma coletividade especificamente interessada e para desenvolvimento pessoal.

Fazer pessoas interagir sobre um mesmo gosto, sobre uma mesma paixão.

E então a DOM se propõe a exatamente isso. Desenvolvimento de atividade profissional ou não profissional, conectando pessoas para compartilhamento de trabalhos. Seja por meio de textos, fotos ou vídeos. Incentivo. Puro e simples. Para que pessoas mostrem o seu melhor lado. Como reflexo pessoal grandioso e benfazejo da alma.

Nesse tempo de enfrentamento ao coronavirus poderíamos ter a oportunidade de seguir usuários profissionais da área da saúde, que por meio de postagens em página individual disseminariam informações acerca da pandemia, cada qual na sua área de atuação e passado estes tempos difíceis, seguir-se-ia com dicas de bem estar, como sugestão.

Mas a rede não se prende somente a disseminar conhecimento profissional. Tende, sim, a que pessoas comuns, destituídas de sua área de atuação profissional façam renascer em cada qual o dom que possuam e tenham incentivo suficiente para compartilhar conhecimento ou entretenimento.

A variedade de assuntos é enorme.

Pensamos em alguém com o dom de cozinhar e que possa compartilhar suas experiências. Pensamos em uma comunidade a compartilhar fotografias de animais. Outra a tratar de filatelia, com dicas para iniciantes na prática. Dicas de tratamento e desenvolvimento de plantas ou de investimentos, dia a dia, acompanhando o mercado financeiro. De vinho, cerveja ou cachaça. Pessoas poderiam transmitir costumes em desuso, como crochê, tricô. Contadores de história, poetas, trovadores, humoristas, leitura litúrgica. Pessoas ligadas por amor ao mesmo esporte ou por mesmo objeto de coleção. Apaixonados por séries e filmes. Incentivar pessoas a fazer comentários políticos, mostrar o lado artístico, com mostra de música, por meio de cantoria ou instrumento. E por aí vai.

Cada um com sua página individual, com controle de acesso aos usuários, no modo privado ou público.

Esta, portanto, a ideia central da plataforma. Um aplicativo de entretenimento, com ideia nuclear de desenvolver o melhor e a solidariedade em cada um. Que não seja utilizada para fins espúrios, com política de privacidade e termos de uso muito bem definidos.

E aí, você tem um dom? Conte para a gente.

E conte com a gente para estarmos juntos nessa nova rede social. Em breve! Até lá, utilizemos e muito bem o nosso dom da paciência!

Grande abraço nosso, da equipe DOM.

By Fiz Digital